Assessoria Técnica reúne-se com Gerente de Território da Renova

Publicado em: 30/10/2018

Assessoria Técnica realiza reunião com representantes da Renova (Patrícia Castanheira/Centro Rosa Fortini)

A Assessoria Técnica Rosa Fortini se reuniu com representantes da Fundação Renova: o gerente de território do Alto do Rio Doce, Thomás Lopes Ferreira, e a integrante do Diálogo Socioinstitucional da entidade, Izabella de Morais Pereira. A equipe que assessora os atingidos de Rio Doce, Santa Cruz do Escalvado e Chopotó (Ponte Nova) ainda passou por mais uma bateria de capacitação.

O gerente de território da Renova explicou a composição da fundação, a divisão das ações em todos os 44 municípios atingidos e o planejamento de novas ações. De maneira geral, Thomás Ferreira apresentou o funcionamento dos programas socioambientais e socioeconômicos.


Mapa de atuação da Fundação Renova (Reprodução)

A Assessoria Técnica solicitou a presença de integrantes dos programas no território com o objetivo de esclarecer as dúvidas das comissões e dos próprios profissionais. Thomás sugeriu que fosse encaminhada uma solicitação à Fundação Renova com a descrição dos programas prioritários para a região.

A equipe passou, ainda, por capacitação com o sociólogo Rudá Ricci. Os integrantes da Assessoria Técnica Carola Lopes Moreira, auxiliar educacional, e Vanderlei da Silva Cruz, advogado, apresentaram um breve levantamento dos impactos na saúde causados pela construção da UHE Candonga e rompimento da barragem de Fundão.

“Concluímos que o trauma psicológico e a perda de identidade individual e coletiva dos atingidos foram os fatos que mais impactaram a saúde no território”, ressaltou Cruz. O levantamento foi baseado em trabalhos científicos e literatura que incluíam estudos da UHE Candonga.


Sociólogo Rudá Ricci (Patrícia Castanheira/Centro Rosa Fortini)

O integrante da Comissão de Atingidos de Rio Doce Antônio Áureo tamém acompanhou os trabalhos.  



Compartilhe: